sexta-feira, 12 de março de 2010

O Príncipe Nabo

O Tecto /Clube de Teatro apresentou no dia 19 de Janeiro às 14horas, no Átrio Central da Escola E.B.2.3. de Marvila a peça “O Príncipe Nabo”, de Ilse Losa.

Depois de muitos nervos, contratempos e esperas, conseguimos finalmente apresentar um texto longo, muito rico e com várias mensagens importantes sobre relações humanas, que a autora Ilse Losa escreveu há uns bons anos atrás, mas que continua actual. Um texto que nos fala da vaidade e da arrogância. Vários personagens, a brincar, falam de coisas sérias.
Houve criados e criadas atarefados, uma princesa vaidosa e arrogante que, depois de viver as dificuldades da vida dos pobres, se modificou. Um Rei prepotente, uma Mademoiselle vaidosa, trocista e convencida esquece os verdadeiros valores da educação e induz a sua educanda a princesa Beatriz, a um comportamento desastroso.

Bobos que a brincar a brincar vão alertando para os defeitos e qualidades de cada um. Rapazes, raparigas e crianças que vivem o puro prazer da festa e da alegria. Um Príncipe sensato que dá uma lição de vida a quem a merece.

Tentámos dentro das nossas condições de trabalho dar o nosso melhor. Os alunos, pais e professores presentes aplaudiram o trabalho apresentado e penso que se divertiram.







A escola pode e deve deixar que o brilho volte ao nosso olhar. É num trabalho conjunto que se adquirem verdadeiras competências sociais, para tentarmos ser felizes.

Grata aos meus alunos, aos funcionários que se desdobraram mais uma vez para dar resposta a várias solicitações, grata aos colegas que colaboraram com o grupo de trinta alunos que representaram a história de Ilse Losa.

Bons momentos nos esperam no futuro, porque acreditamos no nosso trabalho.

Arlete Sítima

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Agradecemos o teu comentário. Continua a participar!

Mas tem atenção aos erros ortográficos.
As mensagens, após serem colocadas, não podem ser alteradas.

Se quiseres, escreve primeiro os comentários no processador de texto e depois copia-os para o espaço que se encontra em baixo.

Postar um comentário